Thursday, October 30, 2008


AS MANCHAS DA LUA

Há muitos, muitos anos atrás, numa ilha que quase ninguém conhece, vivia um homenzinho muito isolado por motivo de não querer ver ninguém.
Um dia esse homem andava a trabalhar ao Domingo, que é o dia de guarda. Andava a apanhar as silvas pra deixar crescer as suas novidades, as suas cultivações, na terra. De repente, apareceu-lhe uma luz muito forte que o cegou e lhe disse:
- Escutai-me, homem ignorante, eu sou Deus, o Pai do Céu.
Não quero que ninguém trabalhe ao Domingo porque é o dia do Senhor. Então porque é que trabalheis ao Domingo aqui neste lugar deserto ?
- Senhor, eu gosto de tar só e ao Domingo ninguém me atrapalha, aqui ninguém me vê, neste canto, neste dia.
Então, Deus sentiu-se obrigado a castigá-lo por ele fugir dos outros e por trabalhar ao Domingo e disse:
- Pois, sendo assim, quando morrerdes, todo o mundo vos há-de ver todas as noites e a fazer o trabalho que fizeste no dia em que não devíeis trabalhar. E só vos dou três dias para preparardes a vossa vida para castigo eterno.
Passados três dias, o homem faleceu e aí Deus colocou-o na lua com o molho de silvas às costas.
Quando olhamos para a lua e vemos manchas cinzentas, é o homenzinho que está a trabalhar com o molho de silvas às costas para salvar as suas cultivações.

Contos Tradicionais Açoreanos

de: Vera Isabel Couto, Nordeste, S. Miguel

Postado por: Fernandinha

Lisboa, 30 de Outubro de 2008
Posted by Picasa

24 comments:

Mello said...

Lindo conto tradicional...

desconhecia-o ...


Beijinhos,

Graça Mello

Maria said...

Já ouvi várias estórias (quando era miúda) sobre a imagem do "homem com feixe às costas" que está na lua. Esta desconhecia, em absoluto....
Obrigada, Fernanda.

Beijinho

gaivota said...

fernandinha, o homem da lua com um molho de silvas às costas, pois é verdade, desde sempre me contavam histórias assim, da lua e das suas sombras...
assi mao promenor não me lembro, sinceramente!
beijinhos grandes

SAM said...

Que interessante, Fernandinha! Adorei conhecer este conto. Desde pequenina quando olhava a lua, dizem : É São Jorge! Veja Ele e seu cavalo! Até hoje olho pra lua e me parece ve-lo com seu cavalo....Como se a lua deixasse a transparência da Sua sombra a mostra... E daí a música Lua de São Jorge de Caetano Veloso...

Lua de São Jorge

Composição: Caetano Veloso

lua de são jorge
lua deslumbrante
azul verdejante
cauda de pavão
lua de são jorge
cheia branca inteira
oh minha bandeira
solta na amplidão
lua de são jorge
lua brasileira
lua do meu coração
lua de são jorge
lua maravilha
mãe, irmã e filha
de todo esplendor
lua de são jorge
brilha nos altares
brilha nos lugares
onde estou e vou
lua de são jorge
brilha sobre os mares
brilha sobre o meu amor
lua de são jorge
lua soberana
nobre porcelana
sobre a seda azul
lua de são jorge
lua da alegria
não se vê o dia
claro como tu
lua de são jorge
serás minha guia
no brasil de norte a sul



Pena que com o avanço da religião evangélica, corre o risco de perder-se o que antes crescíamos ouvindo...


Grande beijo, querida e terna amiga.

poetaeusou . . . said...

*
fernandinha
,
um conto,
sem acrescentar um ponto,
gostei muito,
,
jinos
,
*

São said...

Conhecia a estória , mas não sabia que era açoriana.
E alguma vez Deus castigaria assim?!
Beijinhos, linda.

xistosa - (josé torres) said...

Pensei que a história tinha crescido nas silvas, por cá.
Desconhecia ser açoreana.

Não vai ter sossego muito tempo.
Todos querem a conquista da Lua, da Lua não, da sua riqueza em energia ...

Carla said...

que lindo conto!
beijos doces

tossan said...

Açores os meu avós vieram daí. Que bom saber das coisas da terra dos meus avós. Os teus blogs me atraem não só pelas fotos, mais pelo que escreves ou apresenta. Obrigado pelo carinho e um enorme beijo do amigo aqui Santos sp Brasil

paula barros said...

Um conto interessante, não conhecia.

Agora quando olhar a lua vou me lembrar.

abraços, boa semana.

LOURO said...

Fernandinha,mais um belo conto,do homem na lua, o qual já conhecia dos meus tempos de criança, desconhecia a sua oringem,mas é sempre bom recordar.
Beijinhos de carinho
Lourenço

EternaApaixonada said...

*****

Tudo o que se relaciona à lua me fascina...
Gostei do que li!
Outro blog lindíssimo e com sua "marca tradicional de gosto apurado"!
Beijos à amiga do outro lado do mar!

*****

C Valente said...

Lindissimo conto
Saudações amigas com um beijo e um desejo de muito boa noite

C Valente said...

Lindissimo conto
Saudações amigas com um beijo e um desejo de muito boa noite

João da Silva said...

Fernandinha, querida, você é uma artista completa: imagens, palavras em prosa, palavras em verso, bom gosto... tudo, minha linda, tudo!
Beijinhos carinhosos do João

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA said...

Oi, Fernandinha! Primeira vez que venho nesse teu "outro lado", as reflexões. Que deslumbramento!
Cada povo, cada cultura com os seus mitos e a lua, a nossa velha, amiga lua, a nos desafiar, mesmo em tempos de satélites...
Um final de semana de lindas reflexões!!!Bjs

Jéssica L. said...

Nunca tinha ouvido falar nessa história. Legal. Histórias que justificam elementos da natureza são sempre muito belos.
Muito legal o seu blog.
BJs!

[insanamentehumano.blogspot.com]

EternaApaixonada said...

*****

Um belo fim de semana, querida amiga Fernandinha!

Beijos


*****

Cadinho RoCo said...

Pra quem tinha dúvida eis a explicação, muito embora eu acedite que Deus perdoa tudo, porque Deus não é culpa e sim perdão.
Cadinho RoCo

Círculo Literário said...

Foto linda, palavras doces .. tudo se completa!!!
Parabéns!!
"A Vida é um Combate que aos fracos abate e aos fortes conduz..."

Ana said...

Este conto já conhecia, a minha avó contava-me quando era pequena, e não é que eu conseguia ver o homem com as silvas às costas?
-:)) As crianças tem um grande poder de imaginação!-:)). Gostei das extraordinárias imagens e de relembrar este conto, que achava ter sido inventado pela minha avó, e agora descobri que aí nos Açores faz parte dos contos tradicionais.
Beijinhos grandes,
Ana Paula

tulipa said...

Não há nada mais fascinante e cativante do que conhecer in loco novas culturas.
Assim o fiz mais uma vez.
Sou uma privilegiada, Deus tem sido meu Amigo por me proporcionar momentos tão magníficos.
Consegui realizar mais um sonho na minha vida.

Noutras áreas a coisa não corre muito bem, mas a Esperança é a última a morrer, continuo diariamente na luta por aquilo que quero, hei-de conseguir.

Beijinhos.
Boa semana.

Também regresso HOJE depois de 12 dias ausente.

Simples Assim... said...

Apesar dos pesares, prefiro mesmo manter a capacidade de rir de mim mesma e de sorrir pras surpresas que a vida vai me apresentando, como as pessoas queridas que venho encontrando por esses caminhos virtuais.

Gosto da sua ternura, da sua sensibilidade, da sua forma carinhosa de tratar as pessoas. Gosto também desse homenzinho que ousou fazer suas próprias escolhas e pagou o preço por essa ousadia. Será que meu destino vai ser morar na Lua? rs... rs

Bjin !!!

Amélia said...

Parece ser a única referência que encontrei na net sobre o homem de feixes de silvas na lua, história que me contavam as minhas avós e que agora precisei, precisamente porque estou a inventar uma história com a lua na cadeira de escrita criativa na universidade. Obrigada, porque realmente já não me lembrava, bem da história.