Sunday, November 23, 2008


Fotos da Ilha de S. Maria-Açores-Portugal


OS DOIS COMPADRES !...


Dois compadres iam à missa para se confessar, mas antes entraram numa loja e tomaram dois meiozinhos. Entraram depois na igreja e o senhor padre disse:
- Irmãos meus, fiquem sabendo que a gente pra se salvar e para ganhar o reino dos Céus é preciso três meios.
Os homens disseram um ao outro:
- A gente se tivesse tomado mais um salvava-se !
Acabou a missa e eles foram-se confessar. Um disse:
- Ó compadre, vá agora que eu fico atando o sapato.
Entrou o primeiro e o padre disse:
- Quantos são os mandamentos da lei de Deus ?
- São nove.- respondeu o homem.
- E o outro ? - perguntou o padre.
Está amarrando o sapato lá fora.
O padre era um homem velho e voltou a perguntar:
- Diga-me então quantos são os sacramentos da Santa Madre Igreja.
- São doze.-respondeu o homem (Afinal são catorze.)
- O senhor não está a modo de se confessar. Vá-se embora.
Saiu e cá fora diz ao outro:
- Eh compadre, quantos são os sacramentos da Santa Madre Igreja ?
- São sete.
- Sete ?! Ele não quis doze,... Com sete ainda é pior. Vamos mas é embora para casa. E lá foram.


Contos Tradicionais Açoreanos

* Júlio Cabral, Vila do Porto, Santa Maria

* Este conto foi incluído no livro de contos de S. Miguel, porque o Sr. Júlio Cabral viveu na Vila da Lagoa, S. Miguel, quando era novo.

Fotos e Postagem:

Fernanda Costa

Lisboa, 23 de Novembro de 2008
Posted by Picasa

43 comments:

manuel marques said...

dois meiozinhos!

Como esta expressão me é tão familiar.
Tempos que me fez recordar mas que já não voltam.

LOURO said...

Olá Fernandinha,mais um conto tradicional das tuas Ilhas...
Gostei...
Beijos de carinho e amizade
Lourenço

Vanessa. said...

Adoro :)

poetaeusou . . . said...

*
as tradições são raizes,
das memórias do futuro . . .
,
jino,
,
*

gaivota said...

minha querida deliciei-me com este conto e mais pelos termos tão açorianos... a minha tia era do pico, das lajes, do lugar de santa catarina e ando a recordá-la tanto... que quase me pareceu ouvir a sua voz enquanto te lia...
agora tenho aqui um nó e uma lágrima...
beijinhos grandesssssssssssss

Cidinha said...

Oi, Fernanda

Vim agradecer tua visita e conhecer teu cantinho. O que posso dizer que voltarei sempre aqui, pois é tudo muito bonito...as palavras...as fotos...e principalmente porque posso conhecer, mais a tua terra, que acho linda demais. Volte a me visitar, será um grande prazer. Amigas?

Um grande abraço
Cidinha

Faniquito said...

Oii Fernanda !

Que blog lindo.Nem sei do que gostei mais...se das fotos espetaculares ou dos textos.O fato é que gostei de ambos.

Obrigada pela visita...assim pude chegar até aqui.:)

Vou levar teu link,tá.

Beijinhos

Ana

João da Silva said...

Hahahaha! Que delícia, Fernandinha! Ri muito... ah, a sabedoria desses contos.
Querida, você é pensadora em qualquer de seus blogs, e eu adoro todos.
Fique com meus beijinhos carinhosos, todos com perfume de rosas, sim?
Seu fã, o João

Pico minha ilha said...

E uns copitos a mais lá se foram embora e não se confessaram.Beijinhos amiga e bom fim de semana.S

Pena said...

Maravilhosa Amiga:
Uma bela e linda atitudes as suas.
Dar viva voz aos Contos Tradicionais Açoreanos. De registar e assinalar. São puras as suas gentes formidáveis.!
Excelente instante. Mágico.
Parabéns sinceros e repletos de seriedade.

Beijinhos amigos de imenso respeito e estima.
Sempre a lê-la e a relê-la com agrado e simpatia pela sua imensa significação.

pena (Memórias Vivas e Reais)

ana p roque said...

Olá Querida Fernandinha.
Lindo conto,muito engraçado.
Feliz final de Domingo e óptima
semana.

Beijinhos de carinho e ternura.

aPr

Violeta said...

Falta-me conhecer Stª MAria, Graciosa, Flores e Corvo.
Qualquer dia...
Bom feiado!

paula barros said...

Por aqui me deliciando com os contos e as imagens maravilhosas.

beijos

Inês said...

Gostei do texto :D

Obrigada pelas palavras :')

Cleo said...

Tradições são nossas raízes, e os contos fazem parte. Lindo Fernandinha.
Beijos na alma...milhares prá ti....
Cleo

betty mello said...

Obrigad pela visita e palavras carinhosos por ocasião de meu aniversário. Lindo também este seu outro cantinho. Voltarei, com certeza ! Bjs, Betty

gaivota said...

venho deixar-te beijinhosssssssssssssssss,
por santa maria!!!
todas lindas as nossas ilhas!

xistosa - (josé torres) said...

Contos tradicionais que não morrem e que se vão transmitindo.

Belíssimas imagens.
Nem sei se o "i" que o sol forma não é um "ino", (vou escrever sem "h") á natureza.

Pelos caminhos da vida. said...

Gostei do conto(rs).

Bom dia amiga.

bjs.

Olavo said...

Belo conto..bom conhecer.
beijos

Desnuda said...

Amiga...Eu que dormir gargalhando e acordei sorrindo...Voltei a gargalhar agora, com vontade! Maravilha estes contos que você vem postando.


Beijos com carinho

Filoxera said...

Boa ideia, colocar aqui este conto.
No EQ já publiquei as fotos do Alentejo.
Beijinhos.

Juliana said...

Lindo conto e mais ainda as imagens! Que lugar bonito!!

Cadinho RoCo said...

Sensacional. Sabe que estes contos populares revelam, em muito, a cultura de lugares inteiros.
Cadinho RoCo

elvira carvalho said...

É 14 meios dão sete inteiros...rsrs.
Um abraço

Olavo said...

Oi querida obrigado pela força..tem um selo para vc lá no blog..
beijão.
Olavo

Rafeiro Perfumado said...

E aposto que dali foram acertar a conta dos meios!

Beijo!

Gata Verde said...

Vim cuscar os contos da terra que estou a descobrir!!!
Vou dar uma espreitadela nos outros.

beijinhos

betty mello said...

Adorei ! Adoro estes "causos" como são chamados aqui no Brasil. Obrigada pela visitinha também. Bjs, Betty

betty mello said...

Querida, voltei...1º pra dizer que vou adicionar seu blog ao da família (http:;marietta-de-tudo-1-pouco.blogspot.com) para poder voltar mais rapidinho...rsrsrs !2º vou mandar um email perguntando ums coisas sobre tarô (meu e-mail é o bemboladoprojetos@gmail.com), responda-me sim ? Bjs, Betty

rosa dourada/ondina azul said...

Gostei do
conto tradicional :)


Boa senmana,
Beijinho,

Amor Sem Limite said...

Muito legal seu blog, gostei muito desse conto.

Sun(shine) , «3 said...

hahaha eu adorei estes compadres :D
E as imagens nem se fala :)

Bem, vim deixar um beijinho em nome lá do Rosas :)

gaivota said...

tenho que ir a santa maria...
ao corvo, a s. jorge, à graciosa
e completo o arquipélago...
pode ser na próxima viagem!
aiaiaiaiaiai
beijinhos no teu lindo coração!

Peter Pan said...

Um conto popular delicioso. Engraçado e que faz parte das gentes humildes, mas valiosas e sabedoras pela experiência dos anos vividos.
Excelente!
Parabéns por dar viva voz à Alma gigante das suas gentes. Uma atitude admirável.
Beijinhos
Um SANTO NATAL na companhia dos seus
Maravilhados pelo seu encanto e ternura imensas...

Sininho e Peter Pan

SAM said...

Fernandinha querida,

Boas festas para você e seus familiares!

Grande beijo

JOCENDIR CAMARGO said...

DESEJO A VOCE, A SEUS FAMILIARES E A TODOS QUE SÃO CAROS A VOCÊ, UM FELIZ NATAL E UM 2009 REPLETO DE REALIZAÇÕES, PAZ, AMOR, FELICIDADES... SEJA SEMPRE E CADA VEZ MAIS FELIZ... COM MEU CARINHO...

JOCENDIR

Carla said...

os teus blogs são um manancial de beleza e qualidade
beijos e BOAS FESTAS

Vivian said...

Fernandinha minha lindeza,

Natal é renascimento,
é confraternização,
é solidariedade,
é sensibilidade
diante do Mestre Jesus,
esta luz que nos guia
para as realizações
de todos nossos desejos
e sonhos.

Que assim seja!!!

Tenha um Feliz Natal!

tossan said...

Como é bom desejar-te Feliz Natal nos teus blogs a hora que eu quiser. Li o poema de novo. Beijos Fernanda Seja Feliz!

Vanessa. said...

Belíssimas fotografias :)

São said...

rrrsss rrrsss


Querida FERnandinha, para ti e para os teus, o meu sincero desjo de alegres Festas, Natal de amor e paz e que 2009 seja melhor do que 2008!

Um carinhoso abraço, amiga.

Azoth Diamante* azul said...

Boas fotos