Tuesday, October 14, 2008


O SÁBIO E O PESCADOR !...

Era uma vez um rei que gostava de pôr adivinhas e uma certa vez queria saber quanto pesava a lua e quanta água o mar media.
Apareceu-lhe um pescador e ia ser condenado à morte se não lhe desse as respostas certas.
Foi-se o pescador sentar à beira-mar muito triste porque não encontrava nenhum meio de descobrir q que o rei queria saber.
Apareceu-lhe um sábio do rei e perguntou-lhe porque estava triste e ele respondeu-lhe que estava condenado à morte.
O sábio quis saber o que se passava e depois disse-lhe:
- Deixa-me ver a tua roupa de pescador e vestes a minha de sábio.
Agoniado, o pescador despiu os trapos e vestiu as roupas de sábio e o sábio vestiu as do pescador. Foi o falso pescador de cabeça baixa ao rei e disse:
- Saiba vossa majestade que já tenho resposta para as suas perguntas.
- Vá lá, va´lá, que estou muito curioso de saber.
- É facil medir a água do mar se vossa majestade mandar secar os rios e as pontes que vão desaguar no mar.
O rei disse:
- Está bem. Safaste-te bem. Mas agora quero saber quanto pesa a lua.
O sábio pôs-se a pensar e disse:
- Ora a lua tem quatro quartos, logo tem que pesar um quilo.
O rei aceitou a resposta, mas ainda lhe quis pôr mais uma adivinha e disse assim:
- Para eu me dar por satisfeito tens que me dizer o que é que eu estou a pensar.
E o suposto pescador não se atrapalhou nada e disse a rir:
- Vossa majestade está a pensar que está a falar com o pescador,
mas está a falar é com o seu sábio.

Contos Tradicionais Açoreanos

de: Maria Teixeira Bettencourt, Toledo, S. Jorge, 80 anos

Postagem e Fotos: Fernandinha

Lisboa, 14 de Outubro de 2008
Posted by Picasa

21 comments:

DIEGO said...

FERNANDA, ¿ COMO ES QUE HASTA AHORA NO HAS TENIDO COMENTARIOS?

ME PARECEN MUY LINDAS ESA FOTOS DE LA PLAYA .

SIGUE ADELANTE CON TU BLOG!!!

¿QUIERES COMENTAR LA MUSICA QUE HE PUESTO EN MI BLOG?

www-imploton.blogspot.com

UN ABRAZO. DIEGO DESDE COLOMBIA

Rai pires said...

Oi Fernanda,obrigado de coração pela sua visita.Moro no Estado da Bahia,cidade Maracás.Volte sempre .Bjss Raimundo Pires

Cadinho RoCo said...

A sabedoria preserva a vida.
Cadinho RoCo

paula barros said...

Pensei o seguinte para levar comigo.
As vezes pensamos que sabemos. E estamos errados. Como também sempre tem alguém mais esperto que a gente.

beijos

Maria said...

Olá Fernanda

Já tinha passado por aqui há um tempo, quando abri o teu perfil e vi que tinhas mais blogues.
Conhecia esta estória, mas não sabia a sua origem, afinal é bem portuguesa...
Do que andei por aqui a ver gostei bastante, afinal há tanta coisa que não sabemos e temos sempre oportunidade de aprender. Sobretudo o que faz parte das nossas raízes, ainda que nascidas no meio do mar...

Gostei bastante, mesmo.
Só não sei como consegues "alimentar" 4 blogues...

Beijinhos, Fernanda

Uma Ilha said...

Sábios eram os nossos antepassados, contavam cada história e cada uma mais sábia que outra, gostei de ter estado por aqui.Beijinhos

ZezinhoMota said...

Um bonito conto, lindas imagens e um cantinho digno de se visitar...

Bjnhs

ZezinhoMota

poetaeusou . . . said...

*
encantados contos,
contados com encanto,
,
jino,
,
*

SILÊNCIO CULPADO said...

Fernanda
A sabedoria é muito subjectiva e dificilmente propriedade de alguém.
Há sempre um olhar que descobre o que os outros não vêem.
Adorei a história.

Beijos

Eduardo Aleixo said...

Que maravilhosa estória, amiga Fernanda.Adorei. Deliciosa.Como gosto das coisas simples e com a imaginação do povo!
Obrigado.
Beijinhos.
Eduardo

gaivota said...

um conto, mais uma história da ilha
e fotos de mar, e barcos e pesca...
encanto-me por estas bandas, já sabes!
beijinhos para ti, fernandinha

xistosa - (josé torres) said...

A verdade nua e crua ...
Para quê a mentira?
Tem muitos anos, lembro-me de a ouvir contar, talvez não assim, mas quem conta um conto, acrescenta-lhe um ponto.
Não sabia a sua origem. Fiquei a saber.

LOURO said...

Oi Fernandinha,
Passei para te desejar um bom fim de semana.
Beijinhos
Lourenço

Vivian said...

...Fernandinha minha linda,
que lindo post nos ensinando
que não devemos substimar
a alma alheia porque nunca
sabemos até onde vai a sabedoria
do outro.


você é uma linda!!

bjssss

Mello said...

Olá, querida Fernandinha!

Lindas fotos e adorei o conto tradicional açoriano, este eu não conhecia.


Beijinhos,


Graça Mello

C Valente said...

Lindo com lindas imagens
Um beijo

C Valente said...

Lindo com lindas imagens
Um beijo

São said...

Adorei a estória e as fotos estão lindas.
Todo o meu carinho, Fernandinha.

sofialisboa said...

incrivel a historia, com tantas maneiras de ser entendida também. gostei sofia

*tossan said...

Na verdade o rei não puniu o sábio por se passar pelo pescador. O rei
muito inteligente não quiz perder a sapiência do sábio... Abraço

Vieira Calado said...

Olá, Fernanda!

Creio que é a 1ª vez que venho a este dos vários seus bogs.

As histórias que nos conta são interessantes e revelam um pouco do que o povo é.

Bjs