Monday, October 15, 2007

PERFUME DE ROSA

Um gélido olhar distante,
apesar de não ferir,
faz doer...
Um grito dilacerante,
apesar de não se ouvir,
faz temer...

Dói bem fundo, o pressentir
a dureza do desgosto,
gelar o nobre sorrir,
lesar a perfeição do rosto.
Dói bem fundo o descobrir,
que tal sofrer é profundo
por não conseguir abolir,
os males que grassam no mundo.

Sentir o sorrir, o chorar,
a gargalhada, o grito,
olhar quem cala o penar,
beijar um ser aflito,
são indícios grandiosos,
de uma vida generosa,
laços tão silenciosos
como perfume de rosa.

Não cales o teu sofrer,
divide-o com os demais,
sempre que o sintas doer,
solta teus pungentes ais!
Está Alguém ao teu lado ,
transparente como o ar,
abraçando com cuidado
teu coração a chorar!

Fala como se O ouvisses.
Sorri como se o Sentisses.
Deixa vogar teu martírio,
nesse Ar que te abraça,
abençoa o Seu auxilío,
sentirás a Sua Graça!
Terás a candura de um cílio,
mesmo se a chama for escassa.

Fernanda

23 comments:

Um Poema said...

Fernanda,

Gosto desta tua reflexão poética.
Faz-nos reflectir também.

Um abraço

David Alves said...

Não cales o teu sofrer,
divide-o com os demais,
sempre que o sintas doer,
solta teus pungentes ais!
Está Alguém ao teu lado ,
transparente como o ar,
abraçando com cuidado
teu coração a chorar!

Felizmente...está sempre alguém

Sol da meia noite said...

Tens razão, Fernandinha... quando se divide o sofrimento, este torna-se menor em nós.
Mas nem sempre há com quem dividir... acredita...
Há quem fuja dessas situações!

Beijinhos!!!

Gui said...

"Um gélido olhar distante apesar de não ferir, faz doer..."
Tens toda a razão. Acho que as tuas palavras dizem tudo. Não é preciso acrescentar nada. Um beijo

Madalena said...

È bom espalhar a própria fé sem a impor. Bonito. :)

Tó-Zé said...

Há sempre com quem dividir.

Gostei dessa reflexão

Beijo

Carminda Pinho said...

Amiga,
Este teu lindo poema lavou-me a alma.
Obrigada pela partilha.
Beijinhos

MIMO-TE said...

Olá,

Venho para te lêr e sai sempre mais rica, lindo o poema e a reflexão que fases.

Deixo muitos miminhos para ti.

poetaeusou . . . said...

*
como perfume de rosa.
*

Carminda Pinho said...

Olá Fernandinha!
"encontramo-nos" sempre pela noite dentro.Ahahah!
O passado já lá vai, pois!!!
Sim amiga é a Cesária Évora.
Beijinhos e fica bem.

Simone said...

"Apesar de não ferir faz doer"
Gostei muito Fernandinha!
Beijinhos e boa escrita

GarçaReal said...

Muito bonito este teu poema.

Gostei

bjgrande

Rui Caetano said...

Sofrer, sofrer, sofrer, mas quem é que vive a vida com paixão que não sofre? Eu sofro, tu sofres e devemos continuar assim porque é a forma de saborearmos a vida.
Lindo poema, gostei muito.

Lusófona said...

Olá Fernanda!!

Que beleza!! Adorei o que acabei de ler e sentir.

Beijinhos e feliz fim de semana

MIMO-TE said...

Deixo-te mimos linda

manuela said...

Olá Amiga. Muito Obrigada pelo cumprimento e gentileza. Não tenho tempo quase nenhum para navegar e visitar blogues, mas sempre que tenho uma oportunidade faço-o com o maior prazer. Voltarei para a ler e comentar melhor. Por hoje já não consigo. Um Abraço de Amizade. Beijinho de Boa Noite agora também para si.

Delfim Peixoto said...

Não digas ao teu Deus que tens um grande problema... Diz ao teu problema que tens um grande Deus

Suspiros said...

... e a tristeza transforma-se em meia-tristeza...

Bia said...

Fernanda esta tua reflexão está demais.
Por isso prepara-te porque eu só me apetece gritar!!!!!!!!!!!!
mas ninguém me ouve...
eu calo tudo. faço-me de forte.
Perdi um Amigo e por isso não me perdoo a mim, namorados, companheiros, amantes, podemos tropeçar neles todos os dias! AGORA UM AMIGO!!!!!!!!!!!!!!
pronto dividi contigo desculpa.
beijo meu

A COR DO MAR said...

Ola Fernandinha
mto bonitas as tuas reflexões, e as fotos sao de uma beleza rara (que ja sabemos)
nasceste numa terra linda

Beijinhoss*

Alice Matos said...

"Está Alguém ao teu lado ,
transparente como o ar,
abraçando com cuidado
teu coração a chorar!"...

Sem qualquer dúvida, Fernanda...

Beijinhos, Lice...

joão jacinto & poemas said...

Minha querida Fernanda!
Consegues descrever a seriedade da vida, com doçura e suavidade!
Fazes da vida poesia,
bela poesia!

bj,

joão jacinto

GarçaReal said...

Sentir o sorrir...


Fica então esse sorrir e um


bjgrande