Saturday, April 05, 2008

SILÊNCIO

Silêncio não é solidão,
é sorrir, é chorar,
é sonhar, é querer,
é sofrer, é amar.
Sorrir, para quem nos estima,
chorar, por quem me amargura,
sonhar, com aquele que anima
a minha espontânea ternura...
Sofrer, pelo que sublima
o Amor que não perdura!...

Fernanda

7 comments:

xistosa said...

Só se sofrerá por amor?
O silêncio e a solidão, não serão cúmplices?

Mais um belíssimo poema.
Obrigada.

gaivota said...

e tudo isso é silêncio e o mais penoso é conseguirmos sentir o seu som...
mas silêncio não é solidão, minha amiga, com toda a certeza, com toda a razão!
beijinhosssssssssssss

Ju said...

silêncio é tão vital quanto o som e as palavras...
beijos, querida poeta!

São said...

Silêncio, minha querida Fernandinha, é uma feliz ocasião para estarmos a sós connosco!
Beijinhos carinhosos.

Maria Faia said...

Olá Amiga Fernanda,

Gostei, aliás, amei o seu silêncio!

Um beijo amigo de liberdade,

Maria Faia

Rocket said...

belíssimo o teu...Silêncio.

E é também, como alguém disse, a linguagem dos que amam...

Bjos amigos

Rocket said...
This comment has been removed by the author.